terça-feira, 5 de março de 2013

Um Momento Especial

Créditos: Melina Souza

Ela estava deitada em sua cama, pensando desanimada. Pegou seu pequeno relógio de bolso e, enquanto analisava os movimentos dos ponteiros, lembrou-se do coelho apressado, da ingênua Alice e de todo o país das maravilhas. Sorriu e imaginou como seria ser essa Alice: correr atrás de um coelho branco falante, aumentar e diminuir de tamanho, ver as cartas brigando, passar perigos, viver aventuras, fazer amigos incríveis, estar em um lugar onde tudo poderia acontecer. Ela sorriu mais uma vez. Os ponteiros não paravam de se mover. Então fechou os olhos e suspirou. Só tinha o nome de Alice, porém queria as aventuras, as fantasias.
            Fechou o relógio, levantou da cama e observou sua imagem refletida no espelho. Pensou na madrasta da Branca de Neve e seu espelho mágico. Riu de si mesma ao ensaiar algumas expressões “à la madrasta” até ver um post-it cor de rosa que estava há meses no canto superior do objeto.


Recordou-se dos ponteiros e da pressa do coelho. “O tempo não para!”, refletiu. Percebeu seu ânimo voltar, então sorriu. Havia muito a se fazer e o relógio não poderia simplesmente parar. Ela já conhecia muito dos contos de fadas, mas estava na hora de criar e viver a sua própria história cheia de sonhos e projetos. Naquele momento ela realmente decidiu fazer o que já tinha lido tantas vezes naquele pequeno papel cor de rosa. Sorridente, lembrou-se que Alice viveu todas as maravilhas em um sonho. Ficou feliz por não ser essa Alice. Seu conto de fadas seria real e intenso, afinal os ponteiros não param. O delicado relógio se tornou uma lembrança desse momento especial e um lembrete de sua decisão.

A frase do post-it não é de minha autoria. Queria muito lembrar onde a vi, mas, infelizmente, meu cérebro não recorda dessa informação. :( Essa foi a minha participação na categoria Seu texto no blog no A series of  serendipity, da MelO texto não foi selecionado, mas tenho um carinho especial por ele. :3
Me contem o que acharam! Beijos e obrigada.
E vejam esse "recado" ou clique aqui e aqui. :*

17 comentários:

  1. Desde quando eu li esse seu conto eu amei ele! Acho que foi porque, em parte, me identifiquei com ela: sonhadora e ri de si mesma ao pensar e atuar algumas coisas. Amo o que você escreve! Bjão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oun, minha fã. <3 hauahaua, brinks.
      Muito obrigada, Luh! *-* Fico feliz por gostar do que escrevo e por ter se identificado com a personagem. :3
      Continue sonhando e agindo para a realização desses sonhos.
      Beijão!

      Excluir
  2. achei otimo gosto de seus contos continue escrevendo fico imaginando tudo isso que esta em sua cabecinha bjos sua avo Elizete

    ResponderExcluir
  3. gostei muito voce sabe que gosto de seus contos continue a escrever bjos. vovo Elizete

    ResponderExcluir
  4. Amei, é isso mesmo... Alice, Branca de Neve, e tantas outras viveram um conto, nós temos a oportunidade de transformar o conto em realidade nas nossas vidas. Meu conselho: 'nunca desista dos seus sonhos, planeje e se esforce para alcançá-lo.
    Grande bju...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo conselho, mamãe! ♥ Estou seguindo-o. *-*
      Beijão!!!

      Excluir
  5. Essa garota é você? Hahaha
    E que legal sua avó comentar seu blog! :]
    Beijos,
    Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou eu não, haha.
      Ela é um amor! :3 hihi.
      Bj!

      Excluir
  6. Gostei do conto Aninha *-*
    É verdade a mensagem que você quis passar, nós temos que correr atrás,lutar para viver o nosso próprio conto de fadas. Todo mundo pode ter seu conto de fadas, basta escrever um. Só não vale esquecer que o relógio faz tic tac, sem parar.

    Beijos,
    Carol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carol! *-*
      Poisé. Do que adianta ter tantos sonhos e não vê-los realizados, né?
      Beijo!

      Excluir
  7. Gostei do conto Aninha *-*
    É verdade a mensagem que você quis passar, nós temos que correr atrás,lutar para viver o nosso próprio conto de fadas. Todo mundo pode ter seu conto de fadas, basta escrever um. Só não vale esquecer que o relógio faz tic tac, sem parar.

    Beijos,
    Carol.

    ResponderExcluir
  8. Excellente texto. As vezes precisamos realmente lembrar que o sonho e nosso mais poderoso combustível. Bjo.

    ResponderExcluir
  9. Excelente texto! As vezes precisamos lembrar que o sonho é o combustível mais poderoso que temos. Bjo.

    ResponderExcluir
  10. Ana, Ana, Ana é estranho quando a gente repete o nome né kkk

    Os contos nunca são escritos enquanto estão sendo criados, tenha a meta simples de vida: Dias incríveis. Tenha esse hábito e coisas maravilhosas irão acontecer, até mesmo seu conto de fadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkk, é estranho repetir qualquer palavra. /z
      Essa é uma boa meta! :)

      Excluir

Ei, muito obrigada pela visita! :D Comentários são sempre bem vindo, então não se acanhe! Fique à vontade para opinar, mas cuidado com a falta de respeito, ok?! Mais uma vez: obrigada! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...