quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Uma dose de nostalgia com muita felicidade

Ser e ter amigos é uma dádiva. E eu sou uma pessoa muito, muito, muito agraciada com os poucos que tenho. Mas não quero falar sobre amigos em geral. Quero me referir, especialmente, à Mallu Silva. Também conhecida como Lud ou amiga estrela (). :P

Não sei se todos sabem, mas conheci a Mallu na sexta série. E ela conseguia ser mais tímida que eu! Além de muito criativa e divertida. Ela é um amor de pessoa. E eu não quero contar tim tim por tim tim porque algumas partes da história ainda estão sendo construídas (JALKS!). Mas foi assim que acabei descobrindo o universo da escrita e dos livros (ler na escola e pegar aqueles livros emprestados era muito legal!).

Ela escrevia durante as aulas (nunca ficamos de recuperação, ok? Bem... Eu acho que não ficamos) e então passava o bloquinho com folha de caderno grampeadas para suas primeiras leitoras. Eu era intrometida. Não tinha dificuldade em pegar o lápis e rabiscar algumas coisas ali ou aqui para ajudá-la. Não sabia como descrever um sapato? Eu lembrava da minha sapatilha favorita e colocava os mínimos detalhes. Ela apenas ria e falava "Anna, pra que falar que o sapato é cheio de furinhos ou dar tantos detalhes da cor?". Não sabia a reação de uma personagem ao ter seu maior segredo descoberto? Ajudei com menos de uma linha: "Calma, garoto! Deixa eu pensar!".

Ai criei coragem e então nasceu minha primeira personagem: Bel. Não era apelido. O nome dela era Bel. E a melhor amiga (porque sempre tem uma melhor amiga) era Tatiane – detalhe adicional: o par romântico da Bel era o Ricardo e eu esqueci o nome dos outros personagens, mas eu realmente amo esse trio –. Preciso nem falar que me senti privilegiada ao ver que o apelido da personagem da Mallu era o nome da minha primeira protagonista, ? E as melhores amigas de ambas são xarás e possuem personalidades parecidas!

A gente se divertia. Escrever era diversão. E paixão. Poucas pessoas são tão privilegiadas por descobrirem tão cedo o que as movem. Eu descobri, na sexta série, um amor pela escrita que só aumenta mesmo depois de tanto tempo, de tantas crises, de tantas desistências e de tantas abstinências. E eu realmente não consigo ver outra forma disso ter acontecido sem ter conhecido a Mallu. E é por isso que eu sempre vou afirmar que Deus usou a vida dela pra me mostrar uma das coisas mais importantes pra mim: a escrita.

Obrigada por tudo, Mallu.
Quero que você sempre faça parte da minha história. Sempre mesmo. :')


Esse é um post especial para uma postagem especial: 50º post do Primeiros Esboços!!!
Eu queria falar sobre o TheFunny e tudo o que ele me ensinou, mas deixei as palavras me guiarem e... O que acharam da crônica? Prometo não demorar com o post sobre o TheFunny. Enquanto não falo sobre ele, leiam esse post no Ideias Defenestradas. Querem saber mais sobre a Bel, a Tati, a Funny e o garoto nada calmo? Comentem! :)

8 comentários:

  1. COISA MAIS LINDA! <3
    Fico muito feliz por ter te ajudado a começar a caminhar nessa estrada de tijolos amarelos que é o caminho da escrita. Mais feliz ainda em saber que que você continua progredindo. MAIS AINDA(!) em saber que você aprovou o TheFunny. Meu primeiro filho. Teu sobrinho. HAHAHA
    Beijos!
    Mallu/Lud/L.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 <3 <3 haha.
      Sobrinho mais lindo! UAHSAUSHA. *-*
      Muito obrigada mesmo, Lud... ♥

      Mega beijo!

      Excluir
  2. Nooooooossa , que lindo ler isso e ver essa amizade assim! Isso é demais! E uma ajudando a outra. Vale muito! beijos às duas! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, é bom mesmo ter essa amizade com a Mallu. *-* rs.
      Obrigada pelo comentário, chica. :))
      Bjs.

      Excluir
  3. Muito lindo! É muito bom ter amigos, amigos que são chegados como irmãos... Parabéns a voces Anna e Lud, pela amizade e cumplicidade, pela força que sempre dão uma a outra... Voces terão muitas outras historias pra contar. Deus abençoe as duas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, mamãe... :3
      Amém e amém, haha. :D
      Bjs!!

      Excluir
  4. Oi, Anna! Tudo bem?

    Uma amizade assim é tão linda. E tão rara, né? Por isso a gente tem que guardar com carinho assim dentro do peito mesmo.

    E, puxa, escrever. Para mim é uma paixão recentemente que nasceu do blog, mas acho que veio para ficar. Não tem coisa mais incrível do que transformar sentimentos em palavras, né?

    Um beijo,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrever é ♥ e ter amigos que dividem esse mesmo amor é ♥♥♥ hihi

      Obrigada pelo comentário, Inara! :)

      Excluir

Ei, muito obrigada pela visita! :D Comentários são sempre bem vindo, então não se acanhe! Fique à vontade para opinar, mas cuidado com a falta de respeito, ok?! Mais uma vez: obrigada! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...