sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Festa no Porão


Era uma festa em um porão. Música alta, bebidas, cabelos presos e cacheados. As moças estavam alegres e sorridentes. Usavam vestidos com alças cruzadas e saias rodadas. O porão lotou. A bebida acabou. Mas a música continuou. E aquela moça do vestido sem alça ainda não dançava.

“Ei, moça. Não fique tão parada! Pode pegar o resto da minha bebida nesse copo descartável sem graça.”
“Não se incomode! Mas eu te agradeço. Deixo o meu ‘muito obrigada’.”
“Por que não dança?”
“Minha alça não é cruzada.”
“E seu cabelo não é cacheado. Mas posso te contar um segredo? A bebida não era das caras. E as músicas são piratas.”
“A bebida não era ruim. E as músicas são animadas.”
“E algumas alças são tortas e sem graça.”
“Mas não deixam de serem alças. Oras! E todos os cabelos estão presos com fitas e laços.”
“Tenho o laço da gravata borboleta. Posso tirar e te emprestar.”
“Os rapazes todos não tiram suas gravatas.”
“Ah, moça! Larga de ser tão amedrontada. Apenas, são laços e gravatas. Alças e cachos. Não são regras tão claras. E não te mostrarão mandatos de prisão na sua própria casa.”
“Própria casa do meu irmão. Que de regras, entende bem. Não perdoaria um ser sequer.”
“A única pena seria sair da festa, não é? Mas pena maior mesmo não é sair do porão. É estar nele sem participar.”
“Outros porões tem festas mais legais.”
“Então desfaz essa cara e vai atrás.”

A moça do vestido sem alça sorriu. Nem se despediu. Deu as caras em outra festa. Ao lado daquela. Nada de regras. Vestidos rodados e babados. Longos e curtos. Abertos e fechados. Alças trançadas, cruzadas, sem nada. Laços, fitas, gravatas. Adereços opcionais. Agora, aquela garota dançava. A bebida ainda não tinha acabado. E as músicas eram mais agitadas. Ao longe, observava um rapaz solitário.

“Ei, moço! Por que está tão quieto? Assim, tão parado?”
“Não estou muito engomado?”

Comecei escrever um poema e o trem virou prosa. Pela primeira vez. rs. O que acharam? Comentem! :)

4 comentários:

Ei, muito obrigada pela visita! :D Comentários são sempre bem vindo, então não se acanhe! Fique à vontade para opinar, mas cuidado com a falta de respeito, ok?! Mais uma vez: obrigada! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...